Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2010

Um "obrigada" perfeito

Hoje quero agradecer a algumas pessoas que atravessaram o meu caminho, que se cruzaram comigo em algum momento, e que se calhar nem se aperceberam da importância que estavam a ter.
Quero agradecer àquele senhor motorista de autocarro, que sempre que passava por mim e pelo meu marido, de madrugada, naquela estrada escura e deserta, nos dava boleia. Nós íamos andando, na esperança de ouvir o barulho do motor dele. A estrada era comprida, sinuosa, sem fim e tão deserta, éramos os únicos a andar àquelas horas. O escuro era muito e misterioso, fazia tanto frio e vento que as mãos gelavam! E nós seguíamos por ali fora, sempre de ouvido atento, passo após passo, á espera. Ele passava, parava, abria a porta para entrarmos e muito simpaticamente, sem dar a ideia de que nos estava a fazer um favor, convidava-nos para entrar! Muito e muito obrigada por isso. Obrigada por nos levar, por nos tirar do escuro e do frio, obrigada ainda mais por fazer tudo isso com um sorriso simpático no rosto, como …

E felicidade, o que é?

Desde muito pequenina que sonho em ser feliz. Claro que a minha definição de felicidade se tem vindo a transformar ao longo dos anos. Quando tinha cinco anos, felicidade, para mim, era poder ficar em casa, ao pé da minha mãe; a mãe que me ralhava e batia, embora menos do que depois, já cá, quando estava mais perdida e mais doente; a brincar com as minhas bonecas, no chão da sala.
Depois, mais tarde, aos onze anos, felicidade, para mim, era poder voltar para casa, para a minha terra tão distante, que só lá podia chegar de avião, para uma terra a que nunca mais retornei e aonde tinham ficado os meus sonhos menos tristes.
Aos quatorze anos, felicidade, para mim, era contar os anos que faltavam para chegarmos a 2000, a data em que o mundo ia acabar, como acreditávamos, eu e a minha mãe. Em acabando o mundo, eu podia voltar para ao pé dela, da minha mãezinha morta, tão morta, e tão querida.
Aos dezassete anos, felicidade, para mim, era fazer as pazes com o principal dos meus inúmeros namor…

Que todos tenhamos sonhos perfeitos!

Olá! Sou a Maria da Glória. Desejo a todos quantos lerem o meu blogue, que sonhem, escrevam e imaginem, todos os dias das vossas vidas, teimosamente sem desistir!