Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

Quando me comecei a ir embora

Comecei a ir-me embora… não me consigo lembrar quando. Comecei a ir-me embora, quando o meu marido, namorado, na altura, disse:”-Tens de voltar para casa. Isto nunca vai dar certo.” Eu não voltei para casa, fiquei, teimosa, assustada, perdida, mesmo assim fiquei, mas fui-me embora um pouco. Quando o meu pai foi trabalhar e me deixou sozinha, sem conseguir fazer o problema da escola, sem mais ninguém para ajudar, também fui embora um pouco. E quando os meus tios da Ilha de Moçambique se despediam na sala, entre lágrimas e cumprimentos, e eu sabia que não nos veríamos mais, nenhum de nós se veria de novo; e quando o avião levantou voo e as luzes foram ficando cada vez mais longe, e o meu pai, que nunca chorava, chorou, e todos choraram, e eu chorei porque queria ir de volta para casa, para a minha rua, para o meu sol cor de laranja, fui-me embora um pouco. Naquele dia em que a minha mãe não fez o almoço, como costumava fazer, e se foi deitar, como nunca fazia de dia, e não acordou nunca ma…