sonhando, escrevendo e imaginando

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Queres namorar comigo?

Não estejas triste! Não fiques assim…
Vem ter comigo,
acende um sorriso,
fica feliz outra vez!

O céu está azul, o sol está tão brilhante!
Nem parece que o Verão vai acabar…
Acabar não, que se vai ausentar por uns tempos.

Estamos a perder tanto tempo…
Tempo demais!
Amar não é pecado,
não é sujo, nem é imoral.
Foste tu quem me ensinou, não te lembras?

Não te preocupes mais,
Está tudo bem.
Alegra os teus olhos bonitos,
Faz aquele sorriso que afasta nuvens e aparta oceanos.

Fica bem, fica contente outra vez!
Até podes voltar a dizer gracinhas ás tuas amigas,
que não vou reclamar.
Até podes não me responder,
nem me procurar um dia inteiro,
que não me vais ouvir protestar.

Mas não chores,
Não ponhas os olhos no chão.
Eu estou aqui. Fica comigo.
Deixa-me pegar-te na mão.
Deixa-me fazer-te uma caricia no rosto.

Amo-te tanto!
Não fiques mais longe de mim!
Por quê?
Para quê?
Não vale a pena.
A vida é tão pequena!...
E nós já não somos crianças.
Não vais conseguir fazer ninguém feliz,
se continuares infeliz assim.
Nem ninguém devia pedir-te que ficasses triste,
só para não te perder,
e te obrigar a ficar.

Tenho saudades de ti.
Tenho saudades de nós.
Anda para ao pé de mim.
Fica perto.
Fica junto.
Sentado ao meu lado,
ou deitado ao meu lado,
Ou só comigo,
ou coladinho a mim.
Dentro de mim,
por fora de mim,
por todo o lado.
Todos os lados que são meus,
são teus e tu sabes.

Estou carente, estou sozinha…
Deixa de ser pateta!
Não penses tanto,
não raciocines tanto,
não te preocupes tanto!
Deixa andar, deixa acontecer.

Vem só.
Não te vou morder,
nem te vou raptar,
nem vou fugir contigo dentro da mala do meu carro.
Quero só matar as saudades,
Quero só olhar para ti e fazer-te sorrir.

Está bem,
Talvez queira um bocadinho mais…
Talvez queira o que tu também queres
E não tens coragem de encarar.

Eu sou diferente de ti.
Não penso tanto.
Nem faço tantos juízos de valor.
Vou sempre atrás do que quero.
E não acredites que vou desistir de ti.
Escusas de fazer cara indiferente.
Escusas de não me ligar nenhuma.
Não me vais assustar.
Não vais fazer com que eu deixe de te amar.

Já que dizes que ainda gostas de mim,
ouve e responde sem pensar
- Queres ser meu namorado outra vez? Vamos namorar?

                                   Ah... eu disse sem pensar!

Sem comentários:

Enviar um comentário