sonhando, escrevendo e imaginando

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Só um bocadinho de amor

Eu só queria um bocadinho de amor,
Era só o que eu queria…

Só queria alguém que gostasse de mim.
Que se preocupasse,
Que ficasse comigo de Verão e de Inverno,
Que me pusesse um braço á volta dos ombros,
E me fizesse sentir protegida e amparada.

Alguém que não me fizesse chorar,
Que não me mandasse embora
Quando quer ficar sozinho.
Que não me empurrasse de encontro á parede,
Que não me magoasse,
Que não me fizesse mal.

Eu só queria um bocadinho de amor,
Era só o que eu queria…

Não queria ficar noites acordada á espera,
Nem adormecer com o telefone ligado,
Nem cruzar com cada carro parecido
E olhar na esperança que ele venha lá dentro.
Nem ficar com saudades a cada música,
A cada fotografia…

Não queria mais estar sozinha,
De madrugada a chorar,
Como estou agora.

Queria ser feliz.

Queria ser alegre.
Queria sentir alegria no coração,
Como senti naqueles pouquinhos dias.
Quando saía á rua
Sempre contente,
E o mundo inteiro ficava contente junto comigo.
E esquecia os problemas,
As preocupações
A cada telefonema,
A cada mensagem.

Porquê?
O que foi que eu fiz?
O que é que fiz de mal?

Não queria presentes,
Não queria reconhecimento,
Não queria aceitação social,
Não queria posição de destaque.
Não pedi nada
Não exigi nada.

Só um pouquinho de atenção.
Está bem,
Talvez muita atenção…
Mas não sabia que não se podia.
Julguei que fosse normal assim…
Ficar perto,
Querer falar,
Querer saber.
Não sabia…
Passou tanto tempo,
Que tinha perdido o jeito,
Tinha-me esquecido como era.

Eu só queria um bocadinho de amor,
Era só o que eu queria…

Não me prometam mais nada,
Não me iludam com o paraíso ali mesmo á mão,
Não me façam crer que consigo,
Que sou capaz.

Outra vez não.
Deixem-me no meu cantinho.
Não mexam comigo.
Não me façam mal.
Eu sou pequenina,
Sou magrinha,
Se não prestarem atenção
Nem me vêem.
Sigam,
Não me estendam a mão.
Outra vez não.

Não façam sofrer o meu coração.
Não mereço.
Não fiz nada…

Sem comentários:

Enviar um comentário