sonhando, escrevendo e imaginando

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Obrigada por estares aí

Obrigada por estares aí,
Por me responderes quando te procuro,
Por não me teres deixado sozinha.
És a primeira pessoa em quem penso
quando estou feliz.
A primeira pessoa para quem corro,
quando me apetece chorar.
Para ti são sempre as primeiras impressões,
as pequenas vitórias,
as descobertas,
as desilusões.
Para ti todo o meu amor.
Mesmo quando parece que estou a ir para longe,
ainda que penses que me estou a afastar.
Até quando te conto
aonde vou,
com quem vou,
o que pode acontecer.
Continua a ser por ti que faço,
que penso,
que continuo a caminhar.
Estás sempre, sempre comigo,
seja em que lugar for.
Penso em ti em cada momento do meu dia,
em cada sonho da minha noite.

Obrigada por estares aí,
Por me responderes quando te procuro,
Por não me teres deixado sozinha.
Há algum tempo não digo que te amo.
Há algum tempo não digo
que se não gostares de alguma coisa,
é só dizeres que eu paro.
Há algum tempo não me dizes que não tens o direito
de me pedir nada.
E digo-te eu que tens todo o direito do mundo,
porque te adoro,
e porque és o homem da minha vida.
Estou com saudades tuas!
Tantas! Não está a dar para aguentar!

Desculpa…
Eu sei que combinámos…
Não estou tão feliz como pensas,
estou atordoada,
encandeada com a luz.
E falta cada vez menos tempo.
E podes ir e não voltar mais…
E eu não sei como fazer para te pedir que não vás para sempre.

Obrigada por estares aí,
Por me responderes quando te procuro,
Por não me teres deixado sozinha.
Mesmo sem tempo,
mesmo sempre atarefado
nos teus horários, nas tuas agendas…
Quando eu preciso de ti,
estás sempre para mim.
Eu sei…
É só chamar que vens ver o que preciso.
E mesmo se não respondes logo,
Eu sei, porque sei, a gente sabe sempre, que deste por mim.
Obrigada por seres assim!

Não importa se as tuas palavras já não são as mesmas,
se já não sei quase nada da tua vida,
se te proteges atrás da tua aparente indiferença…
Estás sempre que eu preciso,
Falas-me quando te procuro,
Amo-te tanto por isso!
Tanto como te amo por todas as outras coisas
que foram o principio da nossa história.

 E lê, continua a ler sempre as minhas mensagens!
Porque seja o que for que eu decida,
vá aonde quer que eu vá,
faça aquilo que tiver que fazer…
Tu vais ser sempre o primeiro a saber.
Porque te adoro e não me perguntes porquê.
Talvez porque eu sei que gostas de mim
e não consegues dizer.

            Hoje não te dedico nenhuma frase em especial. Todas as frases são para ti!

2 comentários:

  1. Querida Glória! Como eu espero que sejas feliz. Como te entendo. Todos buscamos a felicidade, como pode ela ser ão difícil de atingir? E como pode, quem tudo tem, a quem tudo damos, esquecer de nós, ou fazer de conta??

    Espero que um dia ele perceba a sorte que tem por ter alguém como tu. Beijinho grande,

    Anabela

    ResponderEliminar
  2. Olá, Anabela
    Espero tanto que tenhas razão! E que ainda dê tempo. E que fique tudo bem como dantes estava. A vida consegue ser tão complicada, tão desesperante... Mas é impossível não gostarmos dela! Porque a mesma vida que nos faz chorar, logo a seguir nos pode fazer sorrir! E tudo fica lindo outra vez! E temos esse dom maravilhoso que é a esperança! Que não nos deixa desanimar, que nos enche o coração de alegria enquanto acreditamos que é possível.
    Ele não tem sorte em me ter, eu é que tive uma sorte enorme em cruzar o meu caminho com o dele! Nem imaginas, Anabela, o que esse amor mudou a minha vida, quantas perspectivas novas me mostrou, quantas portas me abriu, quantos segredos me desvendou. Nem imaginas o quanto fui feliz! E, quem sabe, talvez... é a tal esperança, estás a ver?
    Muitos beijinhos para ti, amiga querida! Obrigada pelo comentário, obrigada por gostares de mim e seres minha amiga. Tem um muito feliz fim de semana!

    Glória

    ResponderEliminar