sonhando, escrevendo e imaginando

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Por detrás de tudo o que é meu...

Por detrás de cada rosto,
Por detrás de cada olhar,
Por detrás de cada sorriso,
Sempre estás tu a espreitar…

Não importa se a cor dos olhos é outra,
Ou se são outras as palavras,
Se é diferente o jeito de chegar,
Se conseguir mexer comigo,
Se me fizer suspirar,
Fechar os olhos,
Sonhar,
Lá estás tu,
Por detrás,
A espreitar…

Chego a pensar que consegui,
Que fui capaz,
Que não te vejo,
Nem te ouço,
E que tudo o que de ti me lembro é pouco
Para me segurar.
Mas quando abrando,
Quando relaxo,
Quando dou por isso,
Lá estás,
Sempre tu, comigo…
A espreitar.

Pode-me saber bem o beijo,
Posso gostar do afago,
E aconchegar-me ao desejo
De ser mulher em outro abraço,
Mas quando chego lá perto,
Quando estou quase a gostar
E a deixar-me ir,
A gozar,
Vens e chegas para me esfriar,
Para me arrefecer,
Para me secar.
Vens e ficas parado, triste,., a espreitar…

Porque não me queres,
Mas não me deixas vagabundear.
Porque não me procuras,
Mas não paras, ainda assim, de me encontrar.
E mesmo sem me desejares,
Sem me amares,
Sem me quereres, sem te importares,
Deitas-te comigo em todas as camas
Aonde me estou a deitar.
E divides comigo todos os gemidos que me fazem soltar.

E falas-me de amor,
Em todos os beijos que estou a dar,
E insistes em me mexer,
Com todas as mãos que me dão prazer…
E sussurras-me ao ouvido,
Para me arrepiar,
Para me enlouquecer,
Quando eu penso que quero mais
Daquilo que estou a ter.

Sai da minha cama
Ou deita-te ao meu lado de vez.
Deixa-me solta
Ou diz-me os porquês…
Puxa-me para ti e leva-me contigo,
Embrulha-te em mim,
Ou fica só meu amigo…
Não mexas tanto comigo,
Não sejas mais assim, do jeito que és.

Mas não vás nunca para longe de mim,
Não vás para onde eu não te consiga ver
Porque se é verdade que não te consigo esquecer,
Também não é mentira que pensar em ti,
De tudo o que eu possa ter,
Ainda é o que me dá mais prazer.

            Fecha só os olhos um bocadinho, de vez em quando, para não olhares tudo que estou a fazer… se poder ser… fico envergonhada…

Sem comentários:

Enviar um comentário