sonhando, escrevendo e imaginando

sábado, 28 de julho de 2012

E se eu não for como tu pensas?...


Será que se conseguisses ler dentro de mim,
Ainda ias dizer que me adoras?
Será que se soubesses mais de mim,
Não tudo,
Nem precisavas saber tudo,
Mais um pouco,
Só mais um bocadinho,
Ainda ias dizer que me queres?

Será que se me tirasses a roupa com mais vagar,
E estivesses atento á minha pele,
Não ias ver as marcas e as cicatrizes?
Não por cima.
Por cima está bonito,
Está tentador,
Sabe bem, faz calor…
Mas lá em baixo de tudo o que não se vê,
No fim de tirada toda a roupa da alma…
Lá está escondido o que ninguém consegue ver,
Lá está o corpo em que homem nenhum consegue mexer.

Será que se prestasses atenção quando gemo,
E quando suspiro,
E quando me entrego,
Não ias perceber outras palavras,
Ditas,
Sussurradas
Num idioma que mais ninguém percebe?
Numa linguagem primitiva e angustiada
De loba só e esfaimada.
Palavras crivadas de saudades e de solidão.
Ainda me ias querer mesmo assim?

Será que o teu amor sobrevive á chama que vem do meu coração?
Será que é capaz de não congelar durante o Inverno da minha alma?
Porque também tenho a estação das chuvas,
E a dos vendavais,
Ás vezes tudo junto com os dias de Verão
Ás vezes sem conhecer Primavera,
Num Outono desconsolado de folhas pelo chão…
Vais continuar a abraçar-me quando me souberes assim?
Vais continuar a procurar-me,
A esperar-me?
A querer saber de mim?

Se eu não for como pensas que sou…
Se eu for o oposto,
O inverso,
Um pouco de cada coisa,
Um cocktail de coisa nenhuma,
Um misturado de mulheres loucas numa só…
Se não me conseguires alcançar
Quando vieres atrás de mim?
Se eu deito a correr por algum atalho e me perdes de vista?
Se eu me perco até de mim,
E não dou com o caminho para voltar a ti?

Ainda assim…
Vais querer ficar comigo?
Vais pôr o braço á volta de mim
E vais-me dizer que está tudo bem?

Acredita quando te digo que não sou mulher para qualquer um.
Pára de me ver como a uma menina sorridente…
Porque eu sorrio e sou menina,
Mas choro quando viro mulher,
E sou carente e insegura quase todos os dias da vida…
Nos outros dias,
Vivo perdida num caleidoscópio de cores e de fantasias,
De sonhos e de esperanças,
De paragens e correrias…

Pensa bem antes de vires comigo,
Antes de caminhares a meu lado…
Posso amar-te, posso querer-te
Posso-te fazer sentir o mais feliz dos homens,
E logo a seguir largar-te no degredo,
Podes nunca descobrir o meu segredo,
Podes nunca conseguir que eu deixe de ter medo…

Vale a pena arriscares tanto,
Quando o que podes levar é tão pouco?
Não te vou falar muitas mais vezes assim…
Tenho receio que reconsideres,
Que duvides,
Que desapareças de mim…

Não sou má rapariga… só sou desta forma insana…
Corpo bonito com alma estranha
vais ainda querer gostar de mim?

8 comentários:

  1. Uau... bem "esgalhado" num sentido profundo, buscando respostas do interior de cada um de nós, já que nos questiona sem piedade, procurando o fundo da alma... sinceramente acho inquietante responder assim, é preciso uma "honestidade, honesta". Gostei muito... bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Henrique Santos
      É complicado responder quando não sabemos os elementos todos... e é complicado responder porque pensamos sempre que conhecemos as pessoas. Por muito honestos que queiramos ser, nem eu sei dizer tudo de mim, nem quem me queira vai saber ao certo como sou :) Faz parte do mistério da vida... Obrigada pelo teu comentário, e ainda bem que gostaste!
      Beijinho!

      Eliminar
  2. Maravilhoso! Vou guardar este poema, dos mais lindos que já me passou pela alma.
    Obrigado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Pedro Viegas
      Que bom que gostou! Fico muito feliz em saber! Obrigada pelas suas palavras.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Oi Glória!! Aqui é o Marcelo do blog Pensamento Positivo! Estive meio afastado mas agora voltei! muito legal seu blog, criei um facebook de pensamento ositivo me adiciona lá: http://www.facebook.com/pensamento.positivo.777
    Também criei um Twitter: https://twitter.com/PositivoPensa
    Muito legal que te achei!!
    Beijusssss Manda notícia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Marcelo
      Há quanto tempo, é verdade!...
      Vou procurar a sua página no facebook:)
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Como diz o meu amigo Pedro, um grito mais lindo que alguma vez ouvi de uma alma a tocar a minha..... Lindo de verdade. vou guardá-lo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, boa noite
      Estou muito contente por ter gostado! Guarde, sim! Obrigada pelo comentário, e pelas palavras simpáticas.
      Beijinhos!

      Eliminar