sonhando, escrevendo e imaginando

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Desculpa, eu sou assim...


Desculpa…
Eu sou assim.
Eu disse-te o que podias esperar de mim.

Demoro para confiar,
Demoro para acreditar.
Já sofri demais,
Não quero mais chorar…
Tenho a alma defendida para não me magoar.

Tenho receio.
Tenho medo.
Vivo guardada em segredo…

Pareço fácil,
Pareço perto…
Mas estou aonde não consegues chegar…
Não mais alto,
Não mais baixo,
Errando perdida a pairar…

Estou muito para lá do que podes tocar.
E nem sei se mereço
Que arrisques, que tentes,
Que te disponhas a pagar o meu preço.

Existem vozes dentro de mim que não sabem falar.
Podem ser mudas para sempre,
Podem nunca saber explicar.
Talvez eu vá ser distante eternamente,
Talvez nunca saibas o que tenho para contar.

Talvez tudo o que possas ter comigo,
Sejam momentos de prazer.
Quem sabe se é só isso que sei fazer?
Quem sabe se nada mais tenho a oferecer?

Desculpa,
Eu sou assim.
Tentei avisar-te,
Tentei fazer com que não gostasses de mim.
E tentei proteger-me também
Do que irias dizer, quando me conhecesses bem.

Acredita que queria ser doutra maneira.
Sei que não vais esperar a vida inteira…

Porque não tenho nada que me recomende,
Nem nada que valha tanto a pena,
E a realidade é pequena,
E o tempo está a passar por mim.

Desculpa…
Eu sou assim…

Vais também tu, desistir de mim?

4 comentários:

  1. Irresistível convite, quem vai desistir? Não cales as vozes interiores, liberta-as, que gritem o rumo da felicidade, que fujam da maldade disfarçada e cruel, que gritem vitória, porque tu mereces! bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá, Henrique Santos
    Não sei... muita gente já desistiu. Há vozes interiores que não sabem muito bem como falar, mesmo quando eu quero, e preciso que falem. Ou talvez elas falem num idioma desconhecido, estrangeiro, ou simplesmente inventado.Obrigada, Henrique! Beijinho muito grande para ti, da minina bonita:)

    ResponderEliminar
  3. Se não tentas, desistes!É difícil aceitar que a verdade seja essa! Se não te queres perder tens de te encontrar...quem te tiver será rico....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, Leonor Brandão
      Mas eu tento, e não desisto. Mas isso sou eu, que estou guardada dentro de mim, quer queira, quer não. Quem tem hipótese de escolher, de desistir, não tem que suportar as minhas indecisões eternas... aí fica mais fácil só virar costas, e ir embora.Obrigada pelo comentário! Beijinhos!

      Eliminar