sonhando, escrevendo e imaginando

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Espero por mim...


Lá, aonde fiquei…

Sentei, esperei…

Passaram mais de quarenta anos,
Ainda não voltei.

Um dia venho-te procurar,
Menina gorduchinha de cabelo crespo
Não precisas chorar…

Sozinha,
Tão perdida,
A morder os lábios para não gritar…

Tantas pessoas!...
Pequenas, crescidas…

E eu sem conseguir voltar.

Um dia venho-te buscar.

Vou crescer,
Vais ver.
A vida vai mudar.

Tão caladinha,
Amor de menina!

Como se comporta bem, como é sossegadinha!…

Chorava sem lágrimas,
Sem incomodar.

Se eu fizer bem,
Se eu me controlar…


Olho-me no espelho.

Dentro dos meus olhos
Estou eu a esperar…
Se ao menos me conseguisse encontrar

Fiz tudo direitinho,
Ninguém deu por mim.

Mas começa a estar fresquinho,
Há cacimba no capim…

Dentro dos meus olhos,
Eu espero por mim.

2 comentários: