sonhando, escrevendo e imaginando

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Fazíamos desenhos em papel amarrotado


Porque eu me lembro…

Lembro-me de quando eles gritavam lá dentro…
Lembro-me de quando o mundo era do tamanho do nosso quarto…
Lembro-me de quando fazíamos desenhos em papel amarrotado…

Não eram grandes desenhos.
Eram riscos selvagens cheios de tristeza.
Não tinham grande significado…
Pintavam o nosso mundo cheio de incerteza…

E fazíamos desenhos em papel amarrotado.

Lá dentro estávamos seguras,
A luta era de peixe graúdo…
Se não incomodássemos…

E não incomodávamos.
Fomos bem ensinadas.
Bem-educadas…
Eles gritavam e destruíam a marteladas o universo todo.
Nós as duas, desenhávamos…

Por isso eu sei…
Porque me lembro…

Às vezes não é preguiça,
Às vezes não é ser bicho-do-mato.
Às vezes o nosso mundo é o nosso quarto.

E o papel amarrotado de antes,
Pode ser o computador de agora.
E as duas meninas assustadas que faziam desenhos,
Podem ser tantas outras meninas a esta hora…

E meninos…

E desenhos são riscos selvagens que fazemos
Ou letras que escrevemos
Ou jogos que jogamos, porque desenhar passou de moda…

Não ralhem tanto com os que vivem nos quartos…
Quem sabe se eles não construíram o seu mundo ali
Porque lá dentro estão a gritar…

E gritos também podem ser calados,
E gritos que só se pensam também podem assustar.

E as crianças fogem
Porque têm vergonha de chorar.
Quando estão bem ensinadas, bem-educadas,
Quando se sabem comportar.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu sei, e é triste, Henrique... e as pessoas ás vezes não percebem o que leva as crianças a viverem nos quartos... E os quartos podem muito bem ser na nossa casa. Beijinho, obrigada.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. E o quarto de um homem, é o seu castelo:) Tens razão, Henrique! Beijinhos!

      Eliminar
  3. Adorei ler , espero que continues a escrever o que pensas
    xau ate a proxima leitura

    Antonio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Antonio! Vou fazer por isso, e ainda bem que gostaste! Beijinho para ti!

      Eliminar