sonhando, escrevendo e imaginando

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Aquela sensação...


Sempre em busca da sensação da primeira vez…
Doce, selvagem, profunda embriaguez…

A comparar…
Não compares!
Não é justo…

Coisa gostosa que enchia o corpo,
Que atravessava a mente,
Que deixava um torpor delicioso no coração…

Ninguém precisava saber que eu era de alguém.
Sentia-se ao longe.

Estás feliz!

Lia-se no brilho dos meus olhos.
Via-se na forma como o meu peito subia, e descia…
Subia e descia…
Adivinhava-se na dança balançada do meu caminhar…

É isso que busco.

Aquela sensação…
Chamem-lhe Amor, chamem-lhe Paixão…

Gosto saboroso de ter.
De ser.
De pertencer.

Experimento.
Tento.

Sempre tento.

E nunca é igual.

O mal não está no produto,
Diriam amigos meus que o tempo levou, mas não fez esquecer…
O mal está em quem consome,
Em quem se deixa agarrar sem perceber.

Culpa de quem me deu o paraíso e mo obrigou a devolver.

Porque eu não sabia que existia.
Não sabia que era isso que eu queria…
Até me ser dado a conhecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário