sonhando, escrevendo e imaginando

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Quero que estejas bem...


Quero que estejas bem.
Que estejas tranquila, serena e em paz.

Em mim ardem todos os vulcões do mundo.
Como posso acalmá-los? Como se faz?

Quando é que vais perceber que me gostas assim?

Tu amas a loucura com que atravesso os meus vendavais.

Amas os meus beijos que não sabem aos demais,
E amas as minhas caricias que são viciantes, que excitam mais.

O que te fascinou foi aquilo que eu sou.

Selvagem e abandonada…
Coquete dama da noite, doce virgem intocada.
Sedutora e provocante, inocente menina assustada…
Como uma história que nunca tens toda contada.

Foi isso que gostaste em mim.

Já te perdeste noutros gemidos,
E já gozaste nos braços de outras mulheres.
És charmoso e bonito,
Podes ter as paixões que quiseres…

Mas como eu assim?
Ah, podes procurar,
Que só me vais ter a mim!

Mulheres insonsas e enjoadas
Existem em mil formas variadas.
Mulheres que dizem o que queres ouvir,
Que vão embora quando as mandas ir.

Mulher que fique e te deixe ficar,
Que te dê o céu e o inferno no mesmo beijar,
Tem que ser como eu,
Sem paz no olhar.
Sem serenidade no amar.

Quando é que vais perceber que gostas de mim? E por eu ser assim.

Quero que estejas bem.
Estou.
Vem…

2 comentários:

  1. para Quê comentar algo que nao se pode cometar com alguem que escreve letras lindas de poesia e diz nao ser poeta ja o poeta o dizia mas tu és poeta que palavras lindas tens , adoro ler o que escreves porque tráz algo de bom e lindo

    de Antonio ( To-ze )

    ResponderEliminar
  2. Olá, boa noite, António!
    Que bom que gostas! Beijinhos para ti, e obrigada pelo comentário:)

    ResponderEliminar