sonhando, escrevendo e imaginando

terça-feira, 23 de julho de 2013

Eu não era eu, se não tivesse um "antes"

Encontrei de novo aquela coisa boa…
Vontade de rir á toa…

Tão bom estar contente!
De bem com toda a gente!

E as pessoas lá fora
Notam que estou bem agora.
Vêem-me sorrir…

Como quem está a fazer amor no coração.
Com paz no espírito, e o corpo a queimar de tesão.

Coisas gostosas são coisas simples.
Paixões boas são as que nos acariciam, que nos fazem suspirar.
As que nos incendeiam ao tocar, ao pensar.

E eu estou bem.
Estava com saudades!...

Até o Sol parece mais quente.

Encontrei de novo…

E não lamento nada de antes.
Eu não era eu, se não tivesse um antes.

Nem os meus beijos tinham o mesmo sabor,
Nem o meu corpo tinha o mesmo ardor,
Se não tivessem havido outros, antes deste amor.

Lágrimas,
Esperanças,
Alegrias e decepções torneiam a nossa alma.

Fazem com que passemos a saber gostar com calma.

Não estaria aqui se não tivesse passado por ali.
Tinha seguido para outros lugares.

Não me sujei, não me estraguei.
Só amadureci, para mais doce, me tomares.

Estás a ser o mais delicioso amor que já fiz.
O melhor aconchego que já quis…

Estou muito, muito feliz.

Beijinho de esquimó, beijinho com o nariz

10 comentários:

  1. Tem que haver um antes, para surgir o depois.
    O Amor faz milagres, looool

    Gostei de ler
    Beijinho
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Cidália
      Pois faz. O amor consegue tudo. E aceita, percebe e desculpa quase tudo.
      Obrigada! Beijinhos para ti também!

      Eliminar
  2. Bom dia

    Ai ai o milagre do amor gera em cada um de nós sempre novas e agradáveis sorrisos

    Fique feliz
    *****************************************
    Querendo, visitem-me

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É por isso que todos nós o procuramos... ao amor. Porque é nessas alturas que a vida fica linda, e nós em paz connosco próprios.
      Beijinhos, Ricardo! Fica feliz tu também, e obrigada!

      Eliminar
  3. Estás a ser o mais delicioso amor que já fiz.

    O melhor aconchego que já quis…

    Ai,ui,ui... parabéns... bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Henrique! Está mesmo. Estou muito feliz!
      Beijinhos muitos para ti, da menina bonita.

      Eliminar
  4. Cheguei aqui através de um amigo. Boa descoberta, esta, em torno da poesia! Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, boa tarde, António Souto.
      Seja então muito bem vindo! Fico muito feliz por estar a gostar! Obrigada, e volte sempre.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Ola minha nobre colega poetisa,

    Navegando de blogue em blogue, tive a sorte de encontrar o seu, nessa linda manhã de terça-feira. Parabéns por esse espaço tão positivo, vivo e com uma linguagem acessível a todos. Realmente,nada melhor do que estarmos bem com agente mesmo. É isso que pude captar no seu poema. Ja estou te seguindo, e virei aqui muitas vezes.

    Te convido a visitar meu cantinho humilde de poesias de minha autoria tb.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/2013/07/cao-fiel.html

    ou

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    Grande abraço,
    Dan.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Daniel Andre
      Obrigada pelas palavras simpáticas. E ainda bem que gostou do meu blogue. Terei todo o prazer em visitar o seu, também. Gostei do "colega poetisa"... dá uma sensação de importância gostosa!
      Beijinhos!

      Eliminar