sonhando, escrevendo e imaginando

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

"Góta mim?"...

Não.
Não é o todo em si.
São os pormenores,
Os detalhes.

Não é que me lembre bem dos grandes planos.

Flashes…
Só flashes.

Risos soltos…
Uma caricia inventada…
Certa roupa,
Certas palavras…

Góta mim?

Canções…

A tortura do pensamento!
Sons dela que vêm no vento.
Que duram mais do que o tempo…

Perdoa…

Tentei.
Como, só eu sei.
Que se danem os que não sabem.
Os que se acham melhores do que eu.

Minha princesa…

Só quero que não sofras,
Que não chores.
A cor dos teus olhos mistura-se á névoa dos meus dias.
Atrapalhada…
Aos poucos…
Atrapalhada, como vivias.

Góta mim?
Gosto sim. Gosto muito.

Porque mandam os céus anjos,
A quem não sabe rezar?


2 comentários:

  1. Olá Glorinha! Quem não gota das lindas palavras com que tu nos delicias? Todos nós adoramos. Grato e bjns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijinho grande, e muito obrigada, Quim! Fico muito feliz por gostarem do que escrevo, e por terem paciência com as minhas coisas:) Também gosto muito de ti, e de vocês todos.

      Eliminar