sonhando, escrevendo e imaginando

terça-feira, 15 de abril de 2014

Com "ses" é que não...

Se…
Se…
Se…
Tanta condição!

Se, nada.
Se, á fava!

Porque sim,
Porque é bom.
Ou porque não.
Mas sem ses pelo meio.
Sem algema na mão.

Sem ses de perneio.

Quando me dizem sim, mas se
Pronto, já era!
Se, tira a beleza a quase tudo.
Se, é limite de humana servidão.

Viver é ser, sem haver mas.
Viver é andar sem fronteira no chão.

Não!
Nada de ses daqui em frente.
Nada de abrir uma, mas fechar a outra mão.

Se, é rede de proteção.
Tira o gozo,
Tira a emoção.
Tiraniza,
Escraviza,
Acorrenta o nosso pé ao chão.

Inteira.
Toda.
Enquanto for eternamente.
Mas com ses é que não!


Sem comentários:

Enviar um comentário