sonhando, escrevendo e imaginando

sexta-feira, 27 de março de 2015

Qualquer um que tivesse coração

Qualquer um que tivesse coração…
tinha-me guardado para si,
tinha coragem de me querer.

Não ficava na sombra a ver-me partir,
E não desistia de me ter.

Qualquer um que tivesse coração,
Tinha lutado para me conservar,
Tinha-me comprado flores…

Como posso acreditar?

Qualquer um que tivesse coração
Vinha ter comigo,
Encostava-me à parede.
Pegava-me pela cintura…
Dava-me a mão.

Não cruzava os braços.
Não me queria sem realmente querer.

Escrever é fácil.
A estrada não é longa para quem tem fome de viver.

Qualquer um que tivesse coração
Sabia que o tempo passa e não volta.
As paixões fogem,
O café esfria
E um café pode ser o princípio de uma vida.
Ou o fim.

Qualquer um que tivesse coração.
Não aceitava que outro me abraçasse,
Me beijasse.

Ir atrás de quem se gosta não é fazer pressão.
É coisa de gente quente que tem coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário