sonhando, escrevendo e imaginando

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Para aonde vão as crianças felizes?



Para aonde vão as crianças quando saem da escola?
Quem as acolhe,
Aonde moram elas?

Riem e saltam,
Conversam e pulam.
Para aonde vão?

Porquê tanto entusiasmo por acabarem as aulas?
À medida que se aproximam do destino,
Será que a alegria diminui?

Fazem menos barulho porque estão já cansadas?
Ou porque ninguém espera do outro lado da porta?

Só o inferno aguarda algumas delas.
Porque são tão alegres afinal?
Como conseguem?

Mais um dia termina para as crianças que saem da escola.
Na manhã seguinte lá estarão ansiosas à espera.
Esperam o toque libertador…
Talvez temam que o tempo passe depressa…

São traquinas, ou são medrosas?
Frágeis, etéreas e delicadas.
São valentes, ou são apenas aprendizes?
Sementes danadas.
Parirão gigantes barbudos e feios,
Com verrugas nos narizes.

E as tuas crianças, para aonde vão quando saem da escola?
O que as espera?
Serão felizes?

Não me dizes?...

Sem comentários:

Enviar um comentário