sonhando, escrevendo e imaginando

segunda-feira, 10 de abril de 2017

A sense of Nostalgia



Lembras-te?
Lembras como era gostar de alguém?

Era tão bom!
Sabia tão bem!...

Fazia sol de Inverno,
O peito explodia de alegria,
As estrelas brilhavam, e a lua cheia nunca minguava…
Até a noite parecia dia.

Lembras?

As ruas das cidades eram mais pequenas do que o pátio da escola.
O coração não apenas batia.
Naquele tempo, o coração de facto sentia.
Ah, como sentia!

Podia acabar o mundo,
Nem se dava por isso.
Todo o mundo estava ali, dentro daquele sorriso.

Porque é que agora é tão outra coisa?
Ainda era suposto ser bom…
Ainda era suposto saber bem…

Quem me dera saber sentir como antes sentia.
Lembras-te?...

Crescemos demais.
Até nós!
Até mesmo nós.
Quem diria!


Sem comentários:

Enviar um comentário