sonhando, escrevendo e imaginando

segunda-feira, 3 de abril de 2017

África chora



Fantasmas…
São fantasmas…

África chora.
Nós choramos nos nossos sonhos…

Corpos desfeitos,
Rostos decompostos,
Membros sem troncos.

E certos paus têm cabeças espetadas,
E certas cabeças perderam os olhos,
Não os conseguem abrir.

Os leões rugem,
E o leopardo caça,
Aonde o sangue se misturou com água.

As bruxas dançam nas noites de lua cheia.
Celebram a vingança,
Celebram a tristeza.

São mais os mortos do que os vivos.
E quem sobrou comeu os antigos.

África chora os seus idos.
Escorrem pérolas negras
Gemem rosas caídas.

Eram anjos que cintilavam no céu,
Eram demónios que copulavam na terra.

Fomos, tivemos de sair.
Mas ainda hoje me pergunto,
Fizemos bem em fugir?

Mãe África chora.
Olha teus filhos!...
Não temos aonde ir.


Sem comentários:

Enviar um comentário