Para o meu filho:




Os muito novos julgam muito depressa.
Por favor, meu filho não tenhas pressa.
Existe muito mais para além daquilo que vês.
Nem tudo na vida pode ser posto em conversa.

É bem capaz que só percebas lá mais para a frente,
mas no mundo existe muita gente que não quer saber da gente.

O verdadeiro valor de uma pessoa,
está no seu coração,
na sua cabeça.

Não importa se alguém só é bom porque nem sabe ser mau.
Quantos maus têm capacidade para serem bons, e não o são?

Dá valor a quem te quer bem.
Estima quem te apreça.
Aceita o afecto que te oferecem,
porque afecto não abunda por aí.
Nunca faças pouco caso de alguém que gosta de ti.

Abstém-te de condenar,
não és ninguém para apontar.
Quem te deu a incumbência de sentenciar?

Um dia aqueles que julgas
já foram como tu,
novos,
bonitos,
com sonhos e esperanças.
Foram crianças.
Que sabes tu sobre o que a vida lhes fez?
Consegues identificar um dos porquês?

Lembra-te que a vida é uma hora que passa,
olha para quem te espreita atrás da vidraça.
Beija quem te espera,
abraça quem te abraça.

E vais ver como um dia eu ainda te provo que existem Leões do Niassa!!...




P.S. Era tão bom se os jovens conseguissem prever os remorsos que vão sentir, por aquilo que agora deixam de fazer!...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Vamos aquecer o sol"

O homem desesperado

Cheguei a Casa